Índia: Tempestade provoca mais de 20 mortos em casamento

Índia: Tempestade provoca mais de 20 mortos em casamento
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

As vítimas foram surpreendidas por uma forte chuvada e procuraram refúgio junto a um muro, que ruiu; o primeiro-ministro indiano anunciou compensações financeiras para as vítimas.

PUBLICIDADE

Pelo menos 25 pessoas morreram, incluindo cinco crianças, durante a celebração de um casamento, em Bharatpur, na província de Rajasthan, na Índia. O incidente ocorreu quarta-feira, por volta das 10 horas da noite — eram 17:30 em Lisboa.

As vítimas terão sido surpreendidas por uma súbita tempestade enquanto comiam e terão procurado refúgio junto de um muro com cerca de três metros e meio de altura. Com a força da chuva, o muro ruiu.

Além dos 25 mortos, mais de vinte pessoas também ficaram feridas e foram transportadas para um hospital local.

#LatestVisuals 25 people lost their lives after wall of a wedding hall collapsed in Rajasthan’s Bharatpur last night. pic.twitter.com/pWnY3CVh4p

— ANI (@ANI_news) 11 de maio de 2017

De acordo com a agência de notícias ANI, o primeiro-ministro Narendra Modi anunciou uma compensação financeira (ex-gratia) de dois lakhs, isto é 200.000 rupias indianas (cerca de 2800 euros), para o familiar mais próximo de cada uma das vítimas mortais.

Os feridos vão receber, por seu turno, uma compensação de 50 mil rupias indianas (710 euros).

As previsões meteorológicas indicam que a chuva e a trovoada deverã continuar a afetar vrias regiões na Índia, incluindo a província de Rajasthan, onde se deu a tragédia durante uma festa de casamento.

Light rain and thundershowers with dust storm are expected at isolated places over Rajasthan, Haryana, and Delhi, predicts Skymet pic.twitter.com/dXfxexl8y3

— ANI (@ANI_news) 11 de maio de 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Protestos dos agricultores na Índia geram confrontos com a polícia

Narendra Modi inaugura templo controverso na Índia a poucos meses de eleições

Salvos todos os trabalhadores presos em túnel na Índia