Obras arquitetónicas de Niemeyer são património Cultural

Obras arquitetónicas de Niemeyer são património Cultural
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

O governo brasileiro declarou como património Cultural, público, 27 obras arquitetónicas de Oscar Niemeyer, espalhadas pelo Brasil. Entre elas estão o Congresso Nacional, o Palácio de Itamaraty, sede do ministério dos Negócios Estrangeiros, o do Planalto, onde fica localizado o gabinete de trabalho do Presidente da República, mas também o da Alvorada, a sua residência oficial.

O Supremo Tribunal Federal, o Museu de Arte Contemporânea de Niteroi e a Catedral de Brasília fazem também parte da lista.

A maior parte delas concentram-se, naturalmente, na capital do país, Brasília.

And then God created Oscar Niemeyer! pic.twitter.com/Gx2Mh34ZbK

— زعقوق (@EhabZaaqoq) June 3, 2017

Niemeyer, que faleceu em 2012, aos 104 anos, deixou obra espalhada pelo mundo. Entre os seus mais emblemáticos edifícios, ainda que menos futurista, está o da Sede da Organização das Nações Unidas em Nova Iorque.

Here we have a picture of Oscar Niemeyer, taking some unrequested feedback of Le Corbusier work to his fellow architects. pic.twitter.com/KA0QzXZCuV

— Andrés Torresi (@andrestorresi) June 1, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Bloco da latinha": este desfile de Carnaval ouve-se muito antes de se ver

Escolas de samba já desfilam no Brasil

Desastre ambiental no sul do Brasil