A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Síria: Rússia diz que caças dos EUA podem ser "considerados alvos"

Síria: Rússia diz que caças dos EUA podem ser "considerados alvos"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia anunciou a suspensão da cooperação com os Estados Unidos para prevenir acidentes aéreos na Síria.

Moscovo indicou também que todos os aviões da coligação internacional liderada por Washington que voem a oeste do rio Eufrates “serão seguidos” e “considerados como alvos” pela defesa antiaérea e pela aviação russa.

O anúncio foi feito depois de, este domingo, um caça norte-americano ter abatido pela primeira vez um avião do Exército sírio na região de Raqqa, com o Estados Unidos a acusarem Damasco de ter bombardeado os seus aliados na Síria.

A Rússia, aliada do regime de Bashar al-Assad, conta com sistemas de defesa antiaérea e dezenas de caças e bombardeiros que apoiam Damasco desde o setembro de 2016.