Corrida contra a cólera no Iémen: 1400 mortos em dois meses

Corrida contra a cólera no Iémen: 1400 mortos em dois meses
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A UNICEF enviou 36 toneladas de medicamentos e equipamento de purificação da água para o Iémen para lutar contra a cólera

PUBLICIDADE

A UNICEF canalizou para o Iémen 36 toneladas de material médico, medicamentos e equipamentos para a purificação da água

Para além da guerra, desde abril, o país enfrenta um surto de cólera que já atingiu quase 220 mil pessoas e matou 1.400.

As organizações humanitárias estão numa “corrida contra o tempo” para travar a propagação da doença.

O pediatra ISMAIL AL MANSOURY revela:
“Aqui na ala destinada à cólera do hospital Sab’een recebemos inúmeros doentes todos os dias. Estamos a correr contra o tempo. Recebemos dois, três, quatro casos por minuto, o que é um grande número”.

O carregamento agora enviado contém 750 mil unidades de solução oral para o tratamento de 10 mil pessoas; 10,5 milhões de comprimidos de purificação da água e outros produtos de saneamento.

Anteriormente, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) já tinha enviado 600.000 sacos de rehidratação oral e 20 mil doses de rehidratação intravenosa e apoiado a criação de 488 pontos de terapia de rehidratação oral e 20 centros de tratamento da diarreia.

Nearly 219,000 suspected #cholera cases and 1,400 deaths were reported across #Yemen in two months. Working non-stop to control the outbreak pic.twitter.com/u2aCQRE5i8

— UNICEF Yemen (@UNICEF_Yemen) 27 juin 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE: uma em cada quatro crianças em risco de pobreza

Uma em cada seis crianças no norte da Faixa de Gaza sofre de desnutrição grave

Doenças em Gaza "podem matar mais do que a guerra", diz responsável