Última hora
This content is not available in your region

Indústria automóvel alemã de novo sob suspeita

Indústria automóvel alemã de novo sob suspeita
Tamanho do texto Aa Aa

As direções da Volkswagen e da Daimler reúnem-se de emergência esta quarta-feira para discutir as acusações de violação das regras de concorrência da União Europeia.

Bruxelas tinha confirmado no sábado estar a investigar se os gigantes alemães teriam formado um cartel desde os anos 90 para concertar o preço dos sistemas de redução das emissões poluentes de gasóleo.

Os construtores visados que incluem igualmente a BMW, a Audi e a Porsche poderão ter que pagar uma multa de até 10% do seu lucro global caso sejam reconhecidos culpados.

O presidente da Daimler, Dieter Zetsche, rejeitou comentar as revelações publicadas na sexta-feira pela revista alemã Der Spiegel.

Zetsche garantiu que a investigação não vai pôr em causa as atuais parcerias entre construtores, quando a Daimler anunciou um aumento dos lucros em 15% no último trimestre, abaixo das previsões, num momento em que a indústria automóvel alemã se encontra já sob suspeita no chamado caso do “Dieselgate”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.