EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Mudanças climáticas deixam centenas de renas a morrer à fome

Mudanças climáticas deixam centenas de renas a morrer à fome
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As alterações das temperaturas criam uma camada de gelo no topo do liquem, a erva que alimenta as renas.

PUBLICIDADE

As renas, um pouco por todo o mundo, estão a morrer à fome por causa das mudanças climáticas. 80 mil renas, 22% da população total, morreu sem alimento na Sibéria entre 2006 e 2016.

As alterações das temperaturas criam uma camada de gelo no topo do liquem, a erva que alimenta as renas. Os guardadores de renas Sami são forçados a alimentá-las para as manterem vivas.

“Eu não durmo durante a noite se perceber que as renas não encontram alimentos. Sofremos com elas”, diz Johan, um jovem guardador de renas Sami do norte da Suécia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Renas podem ajudar a combater as alterações climáticas nas regiões polares

Navalny aparece pela primeira vez em vídeo a partir da prisão no Ártico

Greenpeace tenta travar exploração mineira do fundo do mar