EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

FAO pede "ajuda urgente" para criadores de gado afetados pela seca

FAO pede "ajuda urgente" para criadores de gado afetados pela seca
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Nações Unidas dizem que situação é particularmente preocupante no sul e no sudeste do país africano.

PUBLICIDADE

Com AFP

Os criadores de gado da Etiópia tem sofrido com a seca no país, que tem contribuido para o agravar da fome. É o que diz a FAO, a agência das Nações Unidas para a Alimentação e para a Agricultura.

A FAO apela à ajuda financeira internacional e diz que a seca prolongada tem vindo a afetar as condições de produção e mesmo de sobrevivência dos agricultores do país.

A agência da ONU descreve a situação do país africano como “urgente”, já que zonas inteiras de pastoreio ficaram completamente afetadas, o que se traduz na existência de cabeças de gado doentes e que acabam por morrer.

#Ethiopia: #UNFAO supported the provision of “multinutrient blocks” so that animals regain their strength https://t.co/Ej6X0ipZYC#droughtpic.twitter.com/iufs69tpSw

— FAO Newsroom (@FAOnews) 12 de agosto de 2017

Segundo a FAO, a situação é particularmente preocupante no sul e no sudeste da Etiópia.

Necessários milhões de euros com urgência

A FAO diz também que outras regiões etíopes têm vindo a recuperar, ainda que de forma lenta, das secas pelas quais foram afetadas, que se relacionam diretamente com o chamado fenómeno El Niño. Cerca de 8,5 milhões de pessoas sofrem com fome na Etiópia, ou seja, um em cada 12 habitantes. Por outro lado, os casos de subnutrição têm vindo a aumentar.

São necessários mais de 18 milhões de euros de forma urgente, entre os meses de agosto e de dezembro, de forma a fornecer ajudar diretas aos criadores de gado etíopes, ajuda que consiste em água e produção de feno para os animais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vice-presidente do Malawi morreu em desastre de avião

Junta militar do Níger responde com demonstração de força ao fim do prazo do ultimato

Putin reúne apenas 17 dos 43 líderes convidados para a cimeira Rússia-África