Presidente da Merck renuncia ao Conselho de Trump por questão racial

Presidente da Merck renuncia ao Conselho de Trump por questão racial
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma tomada de posição devido à postura de Trump perante os neonazis relacionados com o ataque de Charlostesville.

PUBLICIDADE

Kenneth Frazier anunciou a renúncia à presidência do Conselho de fabricantes de Donald Trump.
Uma tomada de posição devido à postura de Trump perante os neonazis relacionados com o ataque de Charlostesville – onde um homem abalroou um grupo de manifestantes antirracistas.

Entretanto, o Presidente dos Estados Unidos já veio condenar os grupos fanáticos: “O racismo é algo mau e aqueles que provocaram violência em seu nome são criminosos e bandidos, incluindo o KKK, neo-nazis, supremacistas brancos e outros grupos de ódio que são repugnantes aos valores fundamentais dos americanos. Somos uma nação fundada na verdade de que todos somos iguais”.

Os incidentes violentos do último fim de semana em Charlottesville reacenderam a controvérsia nos EUA sobre o ressurgimento de grupos racistas no país desde a vitória de Donald Trump.
Trump veio reagir à demissão de Frazier nas redes sociais criticando a gestão do gigante farmacêutico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primárias no Michigan: Biden vence corrida dos democratas e Trump triunfa entre republicanos

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny