Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Ex-primeira-ministra da Tailândia não comparece em Tribunal

Ex-primeira-ministra da Tailândia não comparece em Tribunal
Tamanho do texto Aa Aa

A ex-primeira-ministra da Tailândia, Yingluck Shinawatra não compareceu à leitura da sentença em tribunal alegando estar doente.
O Supremo Tribunal do país adiou a audiência para o dia 27 de setembro e emitiu uma ordem de prisão – já que o que advogado da antiga primeira-ministra não apresentou nenhum documento que comprovasse o seu estado de saúde. Segundo fontes próximas a antiga governante já terá abandonado o país.

Está acusada de negligência num processo de atribuição de subsídios aos produtores de arroz que terá fomentado a corrupção e provocado enormes perdas financeiras. Centenas de seguidores concentraram-se nos arredores do tribunal, numa demonstração de apoio à ex-governante, apesar das fortes medidas de segurança. Yingluck afirma que é inocente diz-se vítima de um jogo político. Se for considerada culpada, pode enfrentar uma pena de 10 anos de prisão.