EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Famílias das vítimas do acidente do Chapecoense sentem-se "abandonadas"

Famílias das vítimas do acidente do Chapecoense sentem-se "abandonadas"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As representantes da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense reclamam mais ajuda tanto psicológica como financeira e exigem que sejam apuradas responsabilidades.

PUBLICIDADE

As famílias das vítimas da queda do avião da LaMia, fretado pela equipa brasileira Chapecoense sentem-se “abandonadas” pelo clube e pelas empresas de “media”.

A aeronave despenhou-se na Colômbia a 28 de novembro, do ano passado, e provocou 75 mortos e 6 feridos, na sua maioria futebolistas e jornalistas.

As representantes da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense reclamam mais ajuda tanto psicológica como financeira e exigem que sejam apuradas responsabilidades.

Exclusive: Brazil’s Chapecoense air crash widows decry ‘abandonment’ https://t.co/u5bBLtsxSXpic.twitter.com/Rqy7WuRqv2

— Reuters Top News (@Reuters) August 31, 2017

“Foram vidas que foram perdidas. As empresas colocaram os seus funcionários dentro daquela aeronave e elas precisam assumir a sua responsabilidade institucional diante das vidas que eles não zelaram”, afirma Fabienne Belle, mulher do fisiologista da Chapecoense, César Martins.

Mara Paiva, a mulher do comentador da Fox Sports, Brasil, Mário Sérgio, afirma evidencia que “com certeza absoluta, o zagueiro, o atacante, o goleiro do clube, o comentarista da Fox, já foram repostos. Esses lugares já foram ocupados, novamente. A roda continua girando só que o marido dela, o pai do meu filho, não.”

A delegação da Chapecoense está em Itália para um jogo amigável com a Roma, na sexta-feira.

Chape realiza trabalhos no Tre Fontane – CT das categorias de base da OfficialASRoma</a> - para o amistoso da próxima sexta-feira.<a href="https://twitter.com/hashtag/TodosJuntos?src=hash">#TodosJuntos</a> <a href="https://t.co/OTakltZtm3">pic.twitter.com/OTakltZtm3</a></p>— Chapecoense (ChapecoenseReal) August 29, 2017

Enquanto isso, os jogadores, incluindo os sobreviventes do acidente Alan Ruschek e Jakson Follmann, que viu amputada parte da perna direita, encontraram-se com o Papa Francisco, na quarta-feira, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Pope Francis blesses Chapecoense players who survived plane crash https://t.co/PjgbuG3DlKpic.twitter.com/Er0WqSB6fb

— Catholic Herald (@CatholicHerald) August 31, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Brasil e Colômbia unem-se na homenagem à Chapecoense

Um ano de lágrimas na Chapecoense

Brasil: foram chamados para salvar crianças, mas acabaram numa operação de "salvamento" de armas