Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Temperaturas mais baixas e humidade mais alta ajudam a conter maior fogo da história de L.A.

Temperaturas mais baixas e humidade mais alta ajudam a conter maior fogo da história de L.A.
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

São as temperaturas mais baixas e a humidade a ajudar os mais de mil bombeiros que tentam extinguir aquele que é o maior fogo no registo da história de Los Angeles, Estados Unidos.

Ralph Terrazas, chefe dos bombeiros de Los Angeles, espera que a meteorologia não falhe no apoio que parece estar a dar ao combate ao incêndio: “A boa notícia para agora e para os dias subsequentes é que as temperaturas estõ a baixar todos os dias. Há mais humidade e isso ajuda. Fizemos progressos significativos e isso vai manter-se.”

Mais de dois mil e trezentos hectares queimados, três casas destruídas e bairros evacuados com cerca de 700 residentes temporariamemnte deslocados, quatro bombeiros feridos sem perigo de vida: o resultado, por agora, do fogo que começou na sexta-feira em La Tuna Canyon e cujas labaredas podiam ser vistas então a mais de dez quilómetros.

O estado de emergência local foi declarado o sábado e reforçado pelo Governador da Califórnia no domingo, o que permite aceder a fundos federais e estatais com maior celeridade.


Este domingo à noite calculava-se em 15% a contenção da mancha do fogo iniciado numa onda de calor e sob ventos fortes, tendo-se já progredido para os 25% durante a noite.

As causas do incêndio estão a ser investigadas.