EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Erdoğan deixa aviso ao Curdistão

Erdoğan deixa aviso ao Curdistão
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente turco acredita que referendo pela independência do Curdistão pode dar origem a novos conflitos na região

PUBLICIDADE

Um referendo pela independência no Curdistão deve ser evitado a todos os custos e pode dar origem a novos conflitos na região. O aviso foi feito por Recep Tayyip Erdoğan na Assembleia Geral das Nações Unidas.

Para o presidente turco, o escrutínio de 25 de setembro pode ter o efeito contrário ao desejado pelos curdos:

“Fazemos um apelo ao Governo Regional do Curdistão para que abandone a iniciativa que lançou no sentido da independência. Ignorar a posição clara e determinada da Turquia neste assunto pode dar origem a um processo que faça o Governo Regional perder até as liberdades de que dispõe neste momento.”

Na cidade de Kirkurk, o receito prende-se com uma eventual invasão iraquiana que os obrigue a mudar radicalmente o seu modo de vida. De acordo com o Governador local, Najmiddin Karim, “o Curdistão tem sido o oposto do Iraque no sentido em que sempre respeitou os direitos de todas as comunidades” uma vez que “existem escolas para turcomenos, para cristãos e para árabes.”

Essa diversidade torna o Curdistão num verdadeiro barril de pólvora, com as minorias a queixarem-se frequentemente de discriminação por parte das autoridades e curdos e árabes num constante braço de ferro pela hegemonia na região.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tudo o que precisa de saber sobre o referendo no Curdistão iraquiano

Paris impõe estado de emergência na Nova Caledónia. Habitantes temem pela escassez de alimentos

Irlanda vai levar a referendo os conceitos de "família" e de "dona de casa"