Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

ONU foge aos vampiros e retira funcionários do sul do Malawi

ONU foge aos vampiros e retira funcionários do sul do Malawi
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A ONU disse ter retirado funcionários de dois distritos no sul do Malawi, onde a busca por vampiros levou á violência que provocou a morte de 5 pessoas.

O Malawi é um dos países mais pobres do mundo onde as crenças relacionadas com a feitiçaria são bastante comuns nas zonas rurais.

O Departamento de Segurança e Segurança da ONU disse que os distritos de Mulanje e Phalombe foram “severamente afetados pelas histórias sobre sugação de sangue e pela possível existência de vampiros”.

Em 2002, o Malawi também assistiu a uma onda de violência relacionada com vampiros.

De acordo com a Amnistia Internacional, os ataques a pessoas com albinismo, devido a estas mesmas crenças, também se estavam a transformar numa “crise dos direitos humanos”.