EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Rebeldes Houthi detêm pelo menos 9 membros da ONU, dizem as autoridades

Rebeldes Houthis
Rebeldes Houthis Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os houthis anunciaram que tinham capturado pelo menos nove pessoas ligadas às agências das Nações Unidas que operam no país.

PUBLICIDADE

Pelo menos nove funcionários iemenitas de agências da ONU foram detidos pelos rebeldes Houthi do Iémen em circunstâncias pouco claras. A informação foi avançada pelas autoridades locais na sexta-feira. É provável que outras pessoas que trabalhavam para grupos humanitários também tenham sido detidas.

Os Houthis, que se apoderaram da capital do Iémen há quase uma década e que recentemente têm lutado contra uma coligação liderada pela Arábia Saudita, têm visado a navegação ao longo do corredor do Mar Vermelho para a guerra entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza.

Os responsáveis regionais, que falaram à agência noticiosa AP sob condição de anonimato por não estarem autorizados a fornecer informações aos jornalistas, confirmaram as detenções de membros da ONU.

Entre os detidos estariam funcionários da agência de direitos humanos da ONU, do seu programa de desenvolvimento (UNDP), do Programa Alimentar Mundial (WFP) e um que trabalha para o gabinete do enviado especial. A mulher de um dos funcionários da ONU também foi detida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos 16 Houthis morreram num ataque aéreo conjunto dos EUA e Reino Unido

Mísseis houthis atingem petroleiro no Mar Vermelho. Drone americano abatido

Explosão no Golfo de Adém faz aumentar receio de novo ataque dos Houthis