Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Partido da Liberdade fala em fraude eleitoral

Partido da Liberdade fala em fraude eleitoral
Tamanho do texto Aa Aa

Na Libéria, o presidente do Partido da Liberdade diz-se, “profundamente, preocupado com a descoberta de inúmeras irregularidades e fraude, durante as eleições”. Em comunicado, Benjamin Sanvee, pede à Comissão Nacional de Eleições que suspenda o anúncio dos resultados eleitorais, previsto para esta quinta-feira.

O líder da formação garante que precederá, judicialmente, se o anúncio for feito mas não esclarece que provas tem de fraude eleitoral.

A Comissão Nacional de Eleições diz desconhecer a queixa, apresentada pelo Partido da Liberdade, ou quaisquer irregularidades.

Um dos observadores internacionais mostra-se satisfeito pela forma como decorreu o escrutínio:

“A missão acredita que, até agora, e pela forma como foram geridas as eleições, no dia da votação, a classificação e contagem de votos, a Libéria está no caminho certo para alcançar um resultado credível”, adianta John Mahama, responsável da missão de observadores da Ecowas.

Os eleitores da Libéria foram chamados às urnas, na terça-feira, para eleger o sucessor da Presidente Ellen Johnson Sirleaf, impossibilitada, pela Constituição do país, de se recandidatar a um terceiro mandato.