EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ariana Grande em Raqqa

Ariana Grande em Raqqa
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ainda não fisicamente, mas Ariana Grande cantou em Raqqa depois dos extremistas abandonarem a cidade.

PUBLICIDADE

Michael Enright é um ator britânico, mais especificamente de Manchester, que decidiu voluntariar-se na luta contra o grupo Estado Islâmico, ao lado das forças curdas. Depois da vitória em Raqqa, sobre os extremistas, o ator que fez um papel secundário em “Os Piratas das Caraíbas”, quis marcar uma posição, lembrando a tragédia que ocorreu na sua cidade natal:

“Aqui, nesta cerca era onde eles matavam pessoas, tiravam-lhe a cabeça e colocavam-nas naqueles ferros.

Aqui é uma loja de música. Tiraram tudo o que estava lá, e queimaram, porque não queriam ouvir outras vozes, não permitiam canções. Por isso pensei, e porque sou de Manchester, e eles foram à minha cidade tentar calar a boca Ariana Grande, que ela seria a primeira a cantar aqui.

Vocês não a calaram e não calaram Manchester, porque ela está a cantar ‘Bang Bang’. E sabem o que aconteceu? Eu vim e nós “bang bang”, e você fugiram. Por isso a luz está a voltar, a liberdade está de volta e cantar também. E Ariana, é o seu primeiro concerto aqui. Deus vos abençoe”, afirmou Enright.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado

Ataque israelita destrói consulado iraniano em Damasco e mata alta patente militar