Senadores republicanos do Arizona e Tennessee repudiam Donald Trump

Senadores republicanos do Arizona e Tennessee repudiam Donald Trump
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

Donald Trump enfrenta cada vez mais hostilidade no seu próprio partido. Esta terça-feira, depois de ter passado pelo capitólio para um almoço com os senadores republicanos para falar da política fiscal, foi confrontado com as críticas por parte do senador do Arizona Jeff Flake
“A noção de que devemos ficar calados enquanto as normas e os valores que mantêm a América forte estão a ser minados e a aliança é rotineiramente ameaçada pelo nível de pensamento reduzido a 140 caracteres; a noção de que não devemos dizer ou fazer nada perante um tal comportamento mercurial é inédita e, acredito, profundamente errada”.

E Flake não foi o único, antes do almoço, já Donald Trump tinha reagido pelo twitter ao senador Bob Corker do Tennessee que o acusava de ter “grandes dificuldades com a verdade” e de estar a “degradar” a imagem do país.

Sen. Corker is the incompetent head of the Foreign Relations Committee, & look how poorly the U.S. has done. He doesn’t have a clue as…..

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 24 octobre 2017

Same untruths from an utterly untruthful president. #AlertTheDaycareStaff

— Senator Bob Corker (@SenBobCorker) 24 octobre 2017

Os dois senadores anunciaram que não se recandidatam por desacordo com Donald Trump. O presidente responde:

…Corker dropped out of the race in Tennesse when I refused to endorse him, and now is only negative on anything Trump. Look at his record!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 24 octobre 2017

Para a secretária da Casa Branca para a Imprensa, Sarah Huckabee Sanders, “o povo do Tennessee e do Arizona apoia o presidente e não os respetivos senadores, pelo que, não se recandidatarem é a decisão certa”

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Republicanos e democratas entram em acordo

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny