Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Senado vota medidas a aplicar à Catalunha

Senado vota medidas a aplicar à Catalunha
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Senado espanhol debate e vota, na manhã desta sexta-feira, a tramitação do decreto com as medidas que irão ser aplicadas à Catalunha ao abrigo do Artigo 155 da Constituição.

O PP e o PSOE acordaram numa emenda que permite que as medidas sejam ativadas de forma gradual, de modo a prolongar, ao máximo, o prazo para possibilitar uma eventual solução de última hora.

A vice-presidente do Governo espanhol, Soraya Sáenz de Santamaría, assegura que “o artigo 155 não foi implementado, como algumas pessoas afirmaram, como o início de um novo centralismo político, mas como o início do fim de uma desobediência reiterada à lei e ao interesse geral e ao uso do Governo autónomo contra a sua própria autonomia “.

O PP, que controla a câmara alta das Cortes, deixou para a votação de hoje, a decisão sobre a proposta dos socialistas para suspender a aplicação do decreto caso sejam convocadas eleições antecipadas.

O enviado da euronews a Madrid, Carlos Marlasca, relata que “um verão que não acaba e um outono que não começa. Assim resumia a vice-presidente do Governo, na sua intervenção, as causas dos seus problemas de voz. Umas palavras que metaforicamente poderiam refletir a atual situação que se vive entre Catalunha e Espanha. Soraya Sáenz de Santamaría teve de abandonar a câmara alta devido a uma indisposição física.”