EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Detido suspeito de envio de cartas armadilhadas

Detido suspeito de envio de cartas armadilhadas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Homem de 29 anos é suspeito de ter enviado cartas-bomba para responsáveis da União Europeia e para o antigo primeiro-ministro grego Lucas Papademos.

PUBLICIDADE

A brigada grega antiterrorismo deteve um homem de 29 anos suspeito de ter estado envolvido no envio de cartas armadilhadas – com engenhos explosivos ocultos no interior – para responsáveis da União Europeia e para o antigo primeiro-ministro Lucas Papademos.

A confirmação foi feita este sábado pela polícia helénica. No apartamento do suspeito foram encontradas, entre outras coisas, armas, cronómetros, cabos, envelopes e selos.

Em março, uma carta-bomba explodiu nos escritórios do Fundo Monetário Internacional em Paris. Antes, uma embalagem suspeita destinada a Wolfgang Schäuble foi intercetada no Ministério alemão das Finanças.

Em maio, o antigo primeiro-ministro grego Lucas Papademos ficou ferido em Atenas depois de um engenho explosivo, escondido num envelope, ter rebentado no interior do carro em que seguia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Grupo anarquista grego terá enviado carta-bomba ao FMI

Polícias francesa e espanhola simulam ataque terrorista em preparação para os Jogos Olímpicos

Rússia prende cidadão francês sob suspeita de espionagem