Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Rajoy prepara combate eleitoral na Catalunha

Rajoy prepara combate eleitoral na Catalunha
Tamanho do texto Aa Aa

“Recuperar a Catalunha, a democracia e a liberdade” foi o mote do primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, na primeira visita a região depois de ter dissolvido o parlamento e o governo locais.

Uma deslocação política a Barcelona com objetivos eleitorais: a apresentação do candidato do Partido Popular da Catalunha, Xavier Garcia-Albiol, às eleições antecipadas de 21 de dezembro. “Queremos que o 21 de dezembro tenha uma participação massiva para que um novo palco político possa ser montado e traga paz, normalidade, coexistência e respeito pelas regras do jogo e também a recuperação económica”, declarou o chefe de governo.

Mariano Rajoy pediu ainda às empresas para “não abandonarem” a Catalunha, depois de cerca de 2400 já terem saído desde o início da crise. Apelou e ainda aos espanhóis para não boicotarem os produtos catalães.

Alguns militantes do PP querem uma coligação unionista. “Com outros partidos opositores à independência podemos alcançar um resultado que pode evitar o caminho da independência que não faz qualquer sentido e que nos vai levar a um falhanço completo”, referiu à Euronews um militante.

“Tivemos momentos muito difíceis, acho que os dois lados tiveram… mas no dia 21 de dezembro vamos todos sair e votar, depois logo vemos o que acontece”, explica uma mulher.

Do lado independentista, após a manifestação de sábado à noite em Barcelona, para exigir a libertação das figuras acusadas de implicação na declaração de independência, centenas de pessoas marcharam nas ruas de Bruxelas para exigir o mesmo.


Carles Puigdemont, autoexilado na Bélgica, não participou nesse protesto que contou com a presença de alguns eurodeputados.