A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

AirBus fecha negócio de 50 mil milhões de dólares por 430 aviões

AirBus fecha negócio de 50 mil milhões de dólares por 430 aviões
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A encomenda foi feita pela Indigo Partners, uma sociedade de investimento na indústria de aeronaves e foi anunciada esta quarta-feira.
No contrato consta a encomenda de aviões A320neo, e A321neo.
Os novos aviões serão incluídos nas frotas de várias companhias aereas low cost, como a mexicana Volaris, a chilena JetSmart e a Wizz air, uma empresa húngara que voa também para Portugal

É já o maior negócio da empresa francesa, que deve agora exceder os 5 mil aviões encomendados desde o lançamento do novo airbusneo, em 2010.
Um negócio histórico mas também uma despedida vitoriosa, até porque John Leahy, o presidente da empresa, prepara-se para abandonar a Airbus, depois de vender, em toda a carreira, cerca de 15 mil aeronaves.