Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Medvedev desvaloriza doping e declara apoio a Putin

Vladimir Putin e Dmitri Medvedev
Vladimir Putin e Dmitri Medvedev
Tamanho do texto Aa Aa

O doping tem estado na ordem do dia na Rússia e o país corre o sério risco de ser impedido de participar nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, no próximo mês de fevereiro. As autoridades locais têm negado a existência de um esquema de doping patrocinado pelo Estado mas o primeiro-ministro, Dmitri Medvedev, admitiu que o problema é real.

Ainda assim, desvalorizou a questão: "Temos um problema com o doping e vamos combatê-lo mas este assunto assumiu contornos políticos. Hoje em dia o doping é 30% do problema, o resto é manipulação política. Infelizmente tem servido para promover uma campanha contra a Rússia."

Durante uma entrevista à televisão estatal, Medvedev referiu que as relações com os Estados Unidos eram as piores de que tinha memória, mas que considerava Donald Trump uma pessoa amigável e que as relações entre os dois países ainda podiam melhorar.

Quanto às ambições políticas, Medvedev foi claro e declarou que não tinha intenções de se candidatar nas presidenciais de 2018 acrescentando que caso Vladimir Putin o decida fazer, terá o seu apoio.