Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Macau na "lista negra" da União Europeia

Macau
Macau
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros das Finanças da União Europeia reuniram esta terça-feira em Bruxelas e deram a conhecer a lista negra de paraísos fiscais. Um conjunto de 17 jurisdições onde o risco de evasão fiscal é elevado, quer devido às fracas normas existentes, quer devido à falta de cooperação das autoridades fiscais, e onde se destaca o nome de Macau.

A "lista negra" inclui Samoa Americana, Bahrein, Barbados, Granada, Guam, Coreia do Sul, Macau, Ilhas Marshall, Mongólia, Namíbia, Palau, Panamá, Santa Lúcia, Samoa, Trinidad e Tobago, Tunísia e Emirados Árabes Unidos.

A posição do Ecofin contrasta com a do Ministério das Finanças português, que não inclui Macau na sua lista negra composta por 79 territórios.

A União Europeia revelou ainda uma lista cinzenta, com quarenta e sete países que se comprometeram a cumprir os critérios exigidos e que serão reavaliados, onde se encontra Cabo Verde.