Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Eurodeputado húngaro nas malhas da justiça

Eurodeputado húngaro nas malhas da justiça
Tamanho do texto Aa Aa

A Procuradoria húngara acusou o eurodeputado Bela Kovacs de espionagem a favor da Rússia.

Em comunicado pode ler-se que Kovacs, membro do partido de extrema-direita Jobbik é, também, acusado de fraude fiscal e de falsificação de documentos que terão contribuído para lesar financeiramente o Parlamento Europeu.

O caso não é novo. As primeiras investigações datam de 2010. Quatro anos, a Hungria abria um inquérito relativo a atividades suspeitas do deputado na Europa. Mas foi preciso esperar até 2015 para ver o Parlamento Europeu levantar a imunidade do eurodeputado após uma recomendação da Comissão de Assuntos Jurídicos.

Kovacs nega as acusações. "Nunca pertenci a qualquer serviços de informação húngaro ou estrangeiro. Nunca trabalhei, nem fui contactado por esses serviços" afirma.

O eurodeputado diz que o caso está a ser utilizado pelo partido nacionalista Fidez, do chefe de Governo, para atacar o Jobbik a poucos meses das eleições parlamentares. Para evitar que a formação de extrema-direita venha a ser penalizada nas urnas, Kovacs já fez saber que vai abandonar o partido.