EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Geórgia termina em alta o World Masters de Judo de São Petersburgo

Geórgia termina em alta o World Masters de Judo de São Petersburgo
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A delegação da Geórgia soma três ouros na última jornada do World Masters de Judo, que terminou este domingo.

PUBLICIDADE

À segunda e última jornada do World Masters de Judo de São Petersburgo, na Rússia, o homem do dia foi o campeão europeu Guram Tushishvili, da Geórgia.

Surpreendeu o número 1 mundial, o brasileiro David Moura, com um espetacular “ippon” para gáudio dos fãs. Os amantes da modalidade desfrutaram da prestação do judoca que à falta do “rei” Teddy Riner mostrou ser o melhor.

“Claro que três medalhas é um excelente resultado para nós. Gostaria de agradecer o apoio de todos os nossos seguidores e amigos. O que é que se pode dizer? Chegámos bem ao fim do ano. Não conquistámos o ouro no Campeonato do Mundo, mas agora obtivemos bons resultados. Três ouros é um resultado realmente fantástico”, sublinhou Guram Tushishvili.

A brasileira Maria Portela foi a mulher da jornada. Surpreendeu na categoria de -70kg a croata Barbara Matić primeiro com um “waza-ari” e depois com um “ippon.” A judoca irradiou alegria e felicidade, como pode constatar o premiado ator Adrien Brody que lhe colocou a medalha ao peito.

A sul-coreana Kim Min-Jeong triunfou na categoria de +78kg. Derrotou a campeã olímpica de 2012, a cubana Idalys Ortiz, levando para casa o ouro.

A holandesa Marhinde Verkerk também deixa a Rússia com um ouro ao impor-se na categoria de -78kg. Recebeu a medalha das mãos do vice-presidente da Federação Internacional de Teqball, Viktor Huszár.

Para o campeão olímpico Khasan Khalmurzaev a pressão esteve em alta na categoria de -81kg. Não capitulou perante o compatriota russo Aslan Lappinagov na final. Impôs-se e conquistou o ouro.

No resto da jornada não se falou de outra coisa a não ser da Geórgia. Na categoria de -90kg, Beka Gviniashvili obteve o primeiro ouro no circuito mundial desde fevereiro ao bater no último duelo o antigo campeão mundial da Coreia do Sul, Gwak Dong-han.

Varlam Liparteliani, medalha mundial de prata em -100kg, conquistou outro ouro num evento que correu de feição à Geórgia. Um “waza-ari” na final contra o número 1 mundial Michael Korrel, da Holanda, foi suficiente para colocar a Geórgia no segundo lugar das medalhas, só superada pelo Japão.

O movimento do dia foi protagonizado pelo húngaro Miklós Cirjenics com um “ippon” na luta pelo bronze contra o português Jorge Fonseca.

Mas a jornada foi decididamente da Geórgia. Depois de receber a medalha de ouro, Liparteliani subiu orgulhoso ao pódio embalado pela melodia do hino do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Segundo dia do Campeonato de Judo de Düsseldorf

Pesos pesados dominam em Abu Dhabi

Pinot, Wagner e Tajima conquistam títulos mundiais