A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Médicos voltam a sair às ruas na Bolívia

Reuters
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O conflito já dura desde o fim de Novembro, altura em que o senado apresentou um projeto lei que diz que os médicos  e funcionários do setor serão penalizados por práticas negligentes.

Desde que os médicos decidiram fazer greve, o Sistema Nacional de Saúde do país está parcilamente paralisado.

A Ministra da Saúde, Ariana Campero, pediu ao governo para reverter lei, a fim de evitar uma situação de caos no setor da saúde nacional.

O governo não alterou a lei, o caos instalou-se e os médicos prometem continuar a sair à rua até serem ouvidos pelo presidente do país, Evo Morales.