Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Salário mínimo espanhol aumenta nos próximos três anos

Salário mínimo espanhol aumenta nos próximos três anos
Tamanho do texto Aa Aa

O Governo espanhol chegou a acordo com os parceiros sociais para uma subida progressiva do salário mínimo durante os próximos três anos. 

O Presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, e a ministra do Embrego e da Segurança Social, Fátima Báñez, assinaram as medidas com os principais sindicatos e a Confederação Espanhola de Pequenas e Médias empresas, a Cepyme. O encontro teve lugar no Palácio da Moncloa.

Foi decidida uma primeira subida de vinte e oito euros. O salário mínimo em Espanha passa a ser de quase 736 euros euros em 2018.

Se no próximo ano, o salário mínimo sobre 4%, espera-se que, em 2019, a subida seja de 5% e em 2020 de 10%, até chegar a 850 euros por mês.

Um aumento condicionado ao crescimento económico

Uma subida acumulada de 19% que, no entanto, fica condicionada ao crescimento económico e à criação de emprego. 

O produto interno bruto terá de aumentar plo menos 2,5%. Deverão ser criados polo menos 450 mil postos de trabalho nos próximos. De acordo com a agência europeia de estatística Eurostat, Espanha teve dos menores crescimentos de salário da zona euro nos primeiros quatro meses do ano, quando comparado com período homologo. 

Espera-se que o aumento do salário mínimo decidido para 2018 beneficie cerca de meio milhão de trabalhadores.

No entanto, apenas 3,5% deste conjunto de trabalhadores se encontra inscrito no sistema espanhol de segurança social.