A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Médicos e polícia em confrontos

Médicos e polícia em confrontos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O trigésimo quarto dia de protestos de médicos, profissionais de saúde e estudantes de medicina, na Bolívia, terminou em violência e detenções.

A polícia disparou gás lacrimogéneo enquanto os manifestantes bloqueavam estradas e atiravam pedras em Santa Cruz. Os protestos, pela revogação de uma lei que impõe penas mais pesadas a médicos considerados culpados de negligência, estenderam-se à capital do país, La Paz. 

As novas penas incluem cinco a nove anos de prisão, suspensão da licença e apreensão de bens.