EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

As celebrações de Ano Novo mais perigosas

As celebrações de Ano Novo mais perigosas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os mergulhos na Croácia e o fogo de artifício na Austrália quase acabavam mal para muitos foliões neste 'Reveillon'.

PUBLICIDADE

A tradição ainda é o que era, mas cada vez mais tradições de Ano Novo revelam-se perigosas um pouco por todo o Mundo.

Na Croácia, os habituais mergulhos do primeiro dia de janeiro quase se revelavam os últimos para alguns aventureiros devido à forte agitação do mar.

Em Rijeka, um mergulhador teve mesmo de se fazer ao mar para resgatar um banhista. Este mergulhador croata conta-nos que avistou um homem a flutuar no mar e foi de imediato buscar o seu fato de mergulho para saltar para a água. Perante as condições extremas que se faziam sentir no mar, só mesmo a sua larga experiência tornou possível o salvamento.

Já em Liverpool foi um incêndio de grandes dimensões num parque de estacionamento que marcou a passagem de ano.

O fogo terá começado de forma acidental num dos veículos e consumiu mais de mil automóveis ao longo de seis horas.

Por fim, a festa de reveillon na praia de Terrigal, a norte de Sydney, na Austrália, quase acabava mal para milhares de pessoas.

O fogo de artifício planeado para a praia começou a rebentar de forma descontrolada e muitos tiveram mesmo de fugir do areal.

Dois técnicos de pirotecnia foram obrigados a saltar do barco onde estava a estrutura e tiveram de receber assistência médica.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Austrália: cidadão francês que enfrentou atacante em Sydney torna-se residente permanente

Relatório alerta para branqueamento de corais provocado pelo aquecimento dos oceanos

Sete pessoas morreram após ataque com faca num centro comercial de Sydney