Última hora

Última hora

Turquia considera escandalosa condenação de banqueiro

Em leitura:

Turquia considera escandalosa condenação de banqueiro

Turquia considera escandalosa condenação de banqueiro
Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia já reagiu à condenação de Mehmet Hakan Atila. O antigo diretor do banco público turco, Halkbank foi considerado culpado, por um tribunal dos EUA, de ajudar o Irão a contornar as sanções impostas ao país. Para a Turquia a condenação é um escândalo:

"Esta é uma decisão escandalosa num caso escandaloso. Não se pode dizer outra coisa. Era claro, desde o início, que este caso era uma armação com o objetivo de interferir nos assuntos domésticos, incluindo os políticos, da Turquia. Legalmente é vergonhoso o que está a ser feito. Perguntamo-nos durante quanto tempo a administração dos EUA permitirá que a rede do clérigo Fethullah Gulen, sedeada nos EUA, continue a explorar a justiça americana a seu favor através das ligações que desenvolveu", afirmou um porta-voz da presidência turca Ibrahim Kalin.

O banqueiro foi considerado culpado de cinco das seis acusações que sobre ele recaíam, incluindo fraude bancária e conspiração para violar a lei das sanções dos EUA.