Última hora

Última hora

Autor de "Fire and Fury" contradiz Donald Trump

Em leitura:

Autor de "Fire and Fury" contradiz Donald Trump

Autor de "Fire and Fury" contradiz Donald Trump
Tamanho do texto Aa Aa

Michael Wolff, autor de "Fire and Fury': Inside Trump's White House", um livro muito crítico sobre o primeiro ano de mandato de Donald Trump, afirmou, sexta-feira, que falou com o Presidente dos Estados Unidos enquanto trabalhava no livro. Wolf contradiz Trump que tinha afirmado que nunca conversou com o escritor e deu "acesso zero" à Casa Branca.

Wolff disse à NBC que foi fiel aos seus apontamentos e conversou com o Presidente Trump para o livro.

"É claro que falei com o Presidente. Se ele percebeu que era uma entrevista ou não, não sei, mas não foi off-record," declarou Michael Wolff,

Sobre se falou com Trump na Casa Branca depois de prestar juramento, Wolf esclareceu: "passei cerca de três horas com o Presidente durante o período de transição na Casa Branca."

Na quinta-feira à noite, Trump escreveu a seguinte mensagem no twetter: "eu dei acesso zero à Casa Branca (na verdade recusei-o muitas vezes) ao autor do livro de falsidades! Nunca falei com ele para o livro".

Sobre o que quis dizer quando escreveu que o círculo próximo de Trump questionou sua aptidão para Presidente, Wolff disse: "deixe-me colocar as coisas de forma bem clara: 100% das pessoas ao seu redor ... todos dizem que ele é como uma criança, O que querem dizer com isso é que ele tem uma necessidade imediata de gratificação. Só ele é que conta. "

Os advogados de Trump pediram ao editor do livro, Henry Holt & Co, para suspender o lançamento do livro, originalmente agendado para a próxima terça-feira.

Em vez disso, o editor antecipou as vendas. À venda desde sexta-feira, "Fire and Fury. Inside the Trump White House" é o livro mais vendido da Amazon.com.