Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Autor de "Fire and Fury" contradiz Donald Trump

Autor de "Fire and Fury" contradiz Donald Trump
Tamanho do texto Aa Aa

Michael Wolff, autor de "Fire and Fury': Inside Trump's White House", um livro muito crítico sobre o primeiro ano de mandato de Donald Trump, afirmou, sexta-feira, que falou com o Presidente dos Estados Unidos enquanto trabalhava no livro. Wolf contradiz Trump que tinha afirmado que nunca conversou com o escritor e deu "acesso zero" à Casa Branca.

Wolff disse à NBC que foi fiel aos seus apontamentos e conversou com o Presidente Trump para o livro.

"É claro que falei com o Presidente. Se ele percebeu que era uma entrevista ou não, não sei, mas não foi off-record," declarou Michael Wolff,

Sobre se falou com Trump na Casa Branca depois de prestar juramento, Wolf esclareceu: "passei cerca de três horas com o Presidente durante o período de transição na Casa Branca."

Na quinta-feira à noite, Trump escreveu a seguinte mensagem no twetter: "eu dei acesso zero à Casa Branca (na verdade recusei-o muitas vezes) ao autor do livro de falsidades! Nunca falei com ele para o livro".

Sobre o que quis dizer quando escreveu que o círculo próximo de Trump questionou sua aptidão para Presidente, Wolff disse: "deixe-me colocar as coisas de forma bem clara: 100% das pessoas ao seu redor ... todos dizem que ele é como uma criança, O que querem dizer com isso é que ele tem uma necessidade imediata de gratificação. Só ele é que conta. "

Os advogados de Trump pediram ao editor do livro, Henry Holt & Co, para suspender o lançamento do livro, originalmente agendado para a próxima terça-feira.

Em vez disso, o editor antecipou as vendas. À venda desde sexta-feira, "Fire and Fury. Inside the Trump White House" é o livro mais vendido da Amazon.com.