Última hora

Última hora

Próximos de Ahmadinejad negam detenção de ex-presidente

Em leitura:

Próximos de Ahmadinejad negam detenção de ex-presidente

Próximos de Ahmadinejad negam detenção de ex-presidente
Tamanho do texto Aa Aa

Fontes próximas de Mahmud Ahmadinejad negam que Teerão tenha ordenado a detenção do ex-presidente, sob acusação de "incitar à violência" e aos protestos contra o regime iraniano. 

A informação tinha sido avançada pelo jornal Al-Quds Al-Arabi, com base em Londres, que indicou que as autoridades iranianas pretendem, com o aval do líder supremo Ali Khamenei, colocar Ahmadinejad sob prisão domiciliária.

O ex-presidente afirmou, durante um protesto em Bushehr no fim de dezembro, que o Irão sofria da "má gestão" do governo do atual chefe de Estado, Hassan Rouhani.

Numa declaração na respetiva página web, a poderosa Guarda Revolucionária iraniana afirmou, este domingo, ter posto fim à vaga de contestação que eclodiu no mês passado. No comunicado publicado na internet, acusa os Estados Unidos, Reino Unido, Israel e a Arábia Saudita de patrocinarem a semana de protestos, que se alastraram por mais de 80 cidades e se saldaram em 22 mortos e mais de mil detidos.