Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Japão fortalece ligações comerciais com o leste da Europa

Japão fortalece ligações comerciais com o leste da Europa
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, iniciou 2018 com uma visita histórica a seis nações da Europa de Leste com uma delegação de dezenas de empresários japoneses para promover as relações económicas e diplomáticas.

Neste episódio de Spotlight, debruçamo-nos sobre algumas colaborações comerciais que já existem para perceber a razão que leva os empresários japoneses a olhar, cada vez mais, para o flanco oriental da Europa.

As colaborações empresariais entre o Japão e o leste Europeu abrangem uma grande variedade de setores com cada país a oferecer um conjunto único de oportunidades para os investidores japoneses. Há, também, o potencial de exportar não só bens, mas também conhecimento para o Japão. Estamos na Estónia, que ganhou, recentemente, o título de ‘sociedade digital mais avançada do mundo’, para descobrir uma empresa que está preparada para revolucionar a forma como o setor privado japonês gere a informação.

Na Estónia, 99% dos serviços estatais estão em linha utilizando uma ferramenta chamada “E-Estónia”.

A espinha dorsal do serviço é uma plataforma de gestão de dados chamada X-Road. 52.000 organizações usam o serviço que trata, anualmente, cerca de 500 milhões de solicitações.

Outros países, incluindo a Finlândia, a Namíbia e o Azerbaijão, estão a seguir o exemplo da Estónia.

Inspirando-se no êxito da X Roads, uma “start-up” liderada por um empresário japonês, está, agora, a desenvolver a sua própria plataforma de gestão de dados para ser utilizada no setor privado.

“A Planetway é, basicamente, uma empresa híbrida entre a Estónia e o Japão e, também, entre negócios e investigação e desenvolvimento.

Isso é algo… A Estónia inventou isso e os japoneses adaptaram-no e utilizam-no, já, no Japão. Todos os países asiáticos dizem: ‘Uau, quero utilizar isso’.

A Estónia é o exemplo perfeito de uma sociedade digital total, provavelmente uma das melhores do mundo.

Eles perceberam que tinham as tecnologias, mas não tinham o dinheiro, não tinham as pessoas, não tinham os mercados.

O que é que eles deveriam fazer? Pensaram: ‘por que é que não teremos a melhor e a mais simples infraestrutura da sociedade?’

Agora, o mundo está a começar a perceber que tudo deve estar ligado e digitalizado. Tudo é informação e tudo está a ser digitalizado. Isso é a Estónia. É por isso que pensamos que a Estónia é o melhor país para colaborarmos”, afirma o presidente executivo da Planetway, Noriaki Hirao.

Raul Allikivi, o membro estónio da direção da PlanetWay levou-nos ao seu restaurante japonês favorito, em Tallinn, para explicar quais as principais implicações desta tecnologia: “Quando pensamos no futuro… em sensores e na Internet das Coisas… Eles saberão muito mais sobre nós do que qualquer Governo jamais saberia. Mas aqui, o que pensamos é que, basicamente, esses dados devem ser preservados apenas no banco de dados onde foram criados.”

Uma fonte de dados e múltiplas conexões seguras significam um menor custo e uma maior segurança.

“O que fazemos é: desejamos partilhar os mesmos dados e reutilizar a mesma informação e apenas nos certificarmos de que as ligações e o acesso são seguros”, sublinha Allikivi.

Para obtermos uma visão mais ampla do clima empresarial e de investimento entre o Japão e a Europa de Leste, entrevistámos Norio Maruyama, do Ministério nipónico dos Negócios Estrangeiros: “sabe, esta é a primeira visita de um primeiro-ministro japonês a esta parte do mundo.

Concluímos, agora, um acordo de parceria económica entre a União Europeia e o Japão. Esta é uma parceria verdadeiramente histórica pois vai envolver cerca de 640 milhões de pessoas, o que representa cerca de um terço do PIB mundial.

As empresas japonesas estão muito interessadas em vir para a Europa e, em especial, para esta parte da Europa, para promover o comércio e o investimento.

As empresas japonesas consideram a elevada qualidade da mão-de-obra dessas regiões muito importante. Isso é, também, um fator de atração.

“Os japoneses têm um profundo sentimento de amizade para com esses países, o que facilitará o comércio entre as duas regiões”.

Estamos na Bulgária, que está a tornar-se, rapidamente, num centro de produção para as empresas japonesas. Três empresas nipónicas estão prestes a começar a produção aqui, o que significa a criação de 8000 postos de trabalho para os búlgaros. Estamos na segunda cidade da Bulgária – Plovdiv – para visitarmos uma dessas empresas.”

O comércio entre a Bulgária e o Japão ascendeu, em 2017, aos 125 milhões de euros, o nível mais altos desde 2008. O investimento japonês na Bulgária está, também, em alta e com o Acordo de Livre Comércio entre a UE e o Japão, finalizado em dezembro, há previsão de novas colaborações comerciais.

A Federação Japonesa de Associações Cooperativas Agrícolas – Zen Noh – espera expandir o mercado de sushi congelado na Europa. Conhecemos o seu presidente, Soichi Momose: “O peixe vem da Noruega e da Escócia. Então, com arroz japonês e peixe europeu, produziremos o nosso sushi aqui na Bulgária. Trazemos o arroz cru, do Japão, tiramos-lhe a casca, para ficar branco. É desta forma que preservamos o sabor do arroz e impedimos que ele seque. O próximo passo é ferver o arroz e, depois disso, metade do trabalho é feito pelas máquinas e a outra metade é feita à mão. Uma vez feito o sushi, congela-se. No Japão, também comemos sushi congelado e temos fábricas que produzem e preparam esse tipo de refeições, à base de arroz. Se a fábrica funcionar bem, podemos expandi-la e recrutar mais pessoas”.

Mais informações:

https://e-estonia.com/solutions/interoperability-services/x-road/

https://seenews.com/news/three-japanese-companies-launching-production-in-bulgaria-govt-agency-594437

https://www.washingtonpost.com/business/bulgaria-pledges-opportunities-for-japanese-firms-in-balkans/2018/01/14/f12c56d2-f967-11e7-9b5d-bbf0da31214d_story.html?utm_term=.4b47e4583897

http://abcnews.go.com/Technology/wireStory/japanese-pm-kicks-off-nation-european-tour-estonia-52305906