Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Detido principal opositor de al-Sissi

Detido principal opositor de al-Sissi
Tamanho do texto Aa Aa

O candidato às Presidenciais egípcias, Sami Anan, foi detido terça-feira. O ex-chefe do Exército suspendeu a sua campanha eleitoral, o que faz com que o atual chefe de Estado, Abdul Fattah al-Sissi, esteja, praticamente, sozinho na corrida a um segundo mandato.

O militar foi detido pelo Comité Supremo das Forças Armadas. Está acusado de ter forjado documentos, a quando da sua reforma, e de ter violado as "regras e regulamentos do serviço militar" por não ter pedido autorização às Forças Armadas para se candidatar às eleições. À agência de notícias Reuters um porta-voz da candidatura afirmou que Anan não violou qualquer lei.

Anan, que criticou Sissi por entregar o controlo de esferas civis aos militares, teve o Exército a seu cargo entre 2005 e 2012. Era visto como o mais feroz opositor de Sissi às eleições de março. Nos últimos meses, Vários candidatos a este escrutínio acabaram por desistir da corrida ou foram afastados dela.