Detido principal opositor de al-Sissi

Detido principal opositor de al-Sissi
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sami Anan foi detido terça-feira.

PUBLICIDADE

O candidato às Presidenciais egípcias, Sami Anan, foi detido terça-feira. O ex-chefe do Exército suspendeu a sua campanha eleitoral, o que faz com que o atual chefe de Estado, Abdul Fattah al-Sissi, esteja, praticamente, sozinho na corrida a um segundo mandato.

O militar foi detido pelo Comité Supremo das Forças Armadas. Está acusado de ter forjado documentos, a quando da sua reforma, e de ter violado as "regras e regulamentos do serviço militar" por não ter pedido autorização às Forças Armadas para se candidatar às eleições. À agência de notícias Reuters um porta-voz da candidatura afirmou que Anan não violou qualquer lei.

Anan, que criticou Sissi por entregar o controlo de esferas civis aos militares, teve o Exército a seu cargo entre 2005 e 2012. Era visto como o mais feroz opositor de Sissi às eleições de março. Nos últimos meses, Vários candidatos a este escrutínio acabaram por desistir da corrida ou foram afastados dela.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Detidos suspeitos de morte de menina de dois anos

Rússia prolonga detenção do jornalista norte-americano Evan Gershkovich

Mais de 190 pessoas detidas em França durante operações de combate ao tráfico de droga