EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Aumenta a lista negra dos EUA contra Moscovo

Aumenta a lista negra dos EUA contra Moscovo
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Novo "Relatório Putin" põe mais russos na lista negra dos EUA.

PUBLICIDADE

O Departamento do Tesouro dos EUA publicou, na noite de segunda-feira, uma lista com mais de 200 nomes de russos, considerados próximos de Vladimir Putin e sobre os quais poderão recair sanções. O objetivo é punir Moscovo pela sua alegada interferência nas últimas Presidenciais dos EUA. O inclui quase todos os líderes russos e os responsáveis pelas principais empresas estatais.

A chamada "lista de Putin" elaborada por Washington, incluía já quase uma centena de personalidades, que alegadamente enriquecerem graças ao presidente russo.

Moscovo e Washington continuam em desacordo sobre as acusações dos EUA relativas à intromissão russa nas últimas eleições, em 2016, que a Rússia nega, e no que diz respeito aos conflitos na Ucrânia e na Síria.

Para o Kremlin este novo novo relatório dos EUA tem como objetivo tentar influenciar as eleições presidenciais da Rússia, agendadas para 18 de março, mas adianta que não conseguirão o seu objetivo. As sondagens dão uma vitória esmagadora a Putin. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Russos celebram 75 anos do triunfo soviético na batalha de Estalinegrado