Última hora

Última hora

Turquia detém críticos da operação militar na Síria

Em leitura:

Turquia detém críticos da operação militar na Síria

Turquia detém críticos da operação militar na Síria
Tamanho do texto Aa Aa

Os recentes roquetes disparados contra a cidade turca de Reyhanli, perto da fronteira com a Síria provocaram pelo menos dois mortos e 16 feridos, dois em estado grave.

Ancara aponta o dedo à milícia curda das Unidades de Proteção do Povo que combate ao lado de Washington o autodenominado Estado Islâmico, na Síria.

A Turquia que acusa o grupo curdo de ligações ao PKK, Partido dos Trabalhadores do Curdistão, avançou há três semanas com uma operação - "Ramo de Oliveira" - em solo sírio para conter o que chama de ameaça.

A operação militar é contestada por muitos turcos, mas nem sempre publicamente. Na sexta-feira, pelo menos 13 pessoas foram detidas acusadas de terem apoiado um texto divulgado através das redes sociais a criticar a intervenção turca na Síria. Os autores do texto que definiram a guerra "como um problema de saúde pública", apelaram à paz.