Última hora

Última hora

Assassinado o homem que lutava contra o comércio de marfim

Em leitura:

Assassinado o homem que lutava contra o comércio de marfim

Assassinado o homem que lutava contra o comércio de marfim
Tamanho do texto Aa Aa

Foi assassinado um dos mais proeminentes investigadores do comércio ilegal de marfim. Esmond Bradley Martin, de 75 anos, foi encontrado morto, esfaqueado, em sua casa, em Nairobi, a capital do Quénia.

De acordo com Paula Kahumbu, diretora da Wildlife Direct, organização focada na proteção dos elefantes, neste país, Martin preparava-se para publicar um relatório onde explicava como o comércio do marfim mudou da China para os países vizinhos.

A investigação, conduzida por este conservador foi fundamental na decisão da China de proibir o comércio de chifres de rinoceronte em 1993.