This content is not available in your region

Assassinado o homem que lutava contra o comércio de marfim

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira
euronews_icons_loading
Assassinado o homem que lutava contra o comércio de marfim

Foi assassinado um dos mais proeminentes investigadores do comércio ilegal de marfim. Esmond Bradley Martin, de 75 anos, foi encontrado morto, esfaqueado, em sua casa, em Nairobi, a capital do Quénia.

De acordo com Paula Kahumbu, diretora da Wildlife Direct, organização focada na proteção dos elefantes, neste país, Martin preparava-se para publicar um relatório onde explicava como o comércio do marfim mudou da China para os países vizinhos.

A investigação, conduzida por este conservador foi fundamental na decisão da China de proibir o comércio de chifres de rinoceronte em 1993.