EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Macron enfrenta nacionalistas corsos no terreno

Macron enfrenta nacionalistas corsos no terreno
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Durante dois dias, não vão faltar questões controversas para debater, sendo particularmente aguardado o discurso que o presidente francês irá proferir em Bastia, esta quarta-feira.

PUBLICIDADE

É a primeira vez que o presidente Emmanuel Macron faz uma visita oficial à Córsega. E, durante dois dias, não vão faltar questões controversas para debater, sendo particularmente aguardado o discurso que irá proferir em Bastia esta quarta-feira.

Os nacionalistas corsos encontram-se em posição de força, em matéria política, fazendo questão de o relembrar ao chefe de Estado francês com uma manifestação que reuniu milhares de pessoas em Ajaccio, no passado sábado. Perguntámos a um conhecido analista político local o que está exatamente em causa.

"O contexto é marcado pelas vitórias nacionalistas nas legislativas e nas eleições locais de 2017, nas quais obtiveram 56,5%. Ou seja: os nacionalistas detêm a maioria absoluta e pretendem uma evolução do estatuto da Córsega. Mas o governo tem dificuldades em aceitar", declara André Fazi, professor de Ciência Política na Universidade da Córsega.

Apesar das inevitáveis comparações, a reivindicação de independência não tem a expressão que assume na Catalunha ou na Escócia. Mas as pretensões relativamente à autonomia e ao reconhecimento da língua corsa ecoam bem alto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líder da independência da Nova Caledónia comparece em tribunal devido aos tumultos

Aumentam preocupações com as propostas económicas dos partidos antes das eleições francesas

Inteligência Artificial ajuda a identificar cancro de origem desconhecida