Última hora

Última hora

Erdogan acusa EUA de prejudicar interesses da Turquia

Em leitura:

Erdogan acusa EUA de prejudicar interesses da Turquia

Erdogan acusa EUA de prejudicar interesses da Turquia
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente turco acusa os Estados Unidos de prejudicarem os interesses da Turquia, do Irão e da Rússia através da intervenção no território sírio. No discurso semanal perante o partido AKP no poder, Recep Tayyip Erdogan voltou a condenar Washington pelo apoio a milícias curdas que Ancara considera como terroristas.

Erdogan: "Quem levaram para lá? [Os militantes] das Unidades de Proteção do Povo (YPG), do Partido da União Democrática (PYD) e do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). Levam-nos para lá e depois vêm dizer-nos para não irmos para Manbij. Nós iremos a Manbij para podermos recuperar aquele lugar para os seus verdadeiros donos. É essa a diferença entre eles e nós."

O presidente turco voltou a exigir a retirada das milícias curdas sírias da região e perguntou por que razão os Estados Unidos continuam enviar armas para lá depois da expulsão dos extremistas do Estado Islâmico.

""Isso significa que estarão a fazer cálculos contra a Turquia e contra o Irão e talvez mesmo contra a Rússia. Mas nós manteremo-nos fortes onde estivermos."

Classificadas como grupos terroristas por Ancara pela estreita ligação com a guerrilha do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, as Unidades de Proteção do Povo e o Partido da União Democrática foram o principal aliado de Washington na luta contra o Estado Islâmico na Síria.