EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Macau pode perder monopólio da industria do jogo

Macau pode perder monopólio da industria do jogo
Direitos de autor 
De  Lurdes Duro Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pequim admite alargar a industria do jogo. Administrada por Portugal até 1999, a Região Especial Administrativa de Macau pode deixar de ser a única região da China onde os casinos são legais

PUBLICIDADE

Macau pode deixar de ter o monopólio da industria do jogo. As autoridades chinesas estão a estudar a possibilidade de legalizar o jogo na Ilha de Hainan, sul da China, conhecida por ser uma espécie de "Havai" asiático. E não é por acaso. De acordo com fontes governamentais, em 2016, a ilha tropical recebeu cerca de 60 milhões de turistas, o que representa um aumento de 13 por cento face ao ano anterior. Ainda assim, Pequim defende que a província precisa de um impulso económico e a industria do jogo pode ser a solução.

Uma proposta que promete afetar as receitas da capital mundial do jogo que em 2017 inverteu a tendência de queda e registou um crescimento na ordem dos 19 por cento.

A Região Especial Administrativa de Macau foi administrada por Portugal até 1999 é, para já, a única região da China onde os casinos são legais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Números vencedores do "El Gordo" anunciados em Madrid

Magnata dos casinos condenado a 18 anos de prisão

Macau testa toda a população à Covid-19