Última hora

Última hora

Euro2018 de Futsal: Portugal vence Rússia e apura-se para a final

Em leitura:

Euro2018 de Futsal: Portugal vence Rússia e apura-se para a final

Euro2018 de Futsal: Portugal vence Rússia e apura-se para a final
Tamanho do texto Aa Aa

Portugal assegurou esta quinta-feira a segunda presença na final de um campeonato europeu de futsal, ao derrotar a Rússia por 3-2, em prova que decorre na Eslovénia.

A Equipa das Quinas ainda esteve a perder, quando Éder Lima adiantou os russos aos 3:12 minutos. Na segunda parte, André Coelho virou o resultado para a equipa portuguesa, com golos aos 30:03 e 35:44 minutos.

O último minuto foi de loucos. Um terceiro golo de Bruno Coelho (39:04 minutos) revelou-se decisivo, de nada valendo aos russos novo tento de Éder Lima, aos 39:11. Mas a equipa de leste tem motivos de queixa da arbitragem.

Nos derradeiros minutos, Portugal jogou com as cinco faltas esgotadas e, por duas ocasiões, os árbitros fizeram vista grossa a lances passíveis de dar à Rússia livres diretos a menos de 10 metros da linha de baliza. O último no lance de onde saiu o terceiro golo português.

Após a final perdida diante da Espanha no Euro2010, na Hungria, Portugal vai defrontar no sábado o vencedor da outra meia-final, a disputar ainda hoje entre o Cazaquistão e os espanhóis, atuais detentores do título.

Ficha de jogo

Jogo no Arena Stozice, em Ljubljana.

Rússia - Portugal, 2-3 (Ao intervalo: 1-0)

Marcadores: Éder Lima (3:12 e 39:11 minutos); André Coelho (30:03 e 35:44) e Bruno Coelho (39:04)

Equipas:

  • Rússia: Georgi Zamtaradze, Éder Lima, Robinho, Daniil Davydov e Ivan Chishkala. Jogaram ainda Sergei Abramov, Rómulo, Dmitri Lyskov, Ivan Milovanov, Artem Niyazov, Sergei Abramovich, Andrei Afanasyev e Esquerdinha.

Selecionador: Sergei Skorovich.

  • Portugal: André Sousa, Pedro Cary, Bruno Coelho, João Matos e Ricardinho. Jogaram ainda André Coelho, Fábio Cecílio, Tiago Brito, Pany Varela, Nilson e Márcio Moreira.

Selecionador: Jorge Braz.

Árbitros: Gábor Kovács (Hungria) e Balázs Farkas (Hungria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tunha (21:32), Pany Varela (31:46), Robinho (39:04) e Abramov (39:04).