EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Jacob Zuma diz que não se demite mesmo que o partido queira

reuters
reuters Direitos de autor Reuters
Direitos de autor Reuters
De  Ana Serapicos
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente sul-africano diz não entender a revolta contra ele

PUBLICIDADE

Jacob Zuma diz que não se demite mesmo que essa seja a vontade do Congresso Nacional sul-africano.

O presidente de África do Sul diz não entender o porquê da revolta contra ele. Numa entrevista,  Zuma diz que "estão a perder muito tempo" a "discutir uma possível demissão" dele.

"Perdemos muito tempo a discutir uma possível saída minha. Não entendo porquê"

O presidente sul-africano diz que não se vai demitir, ao contrário das exigências feitas pelo próprio partido.

O Congresso Nacional Africano apresenta, esta quinta-feira, uma moção de censura no Parlamento para afastar o chefe de estado do poder. 

A moção de censura surge horas depois de terem sido feitas buscas à casa de família do grupo empresarial Gupta, família envolvida num processo de tráfico de influências no governo de África do Sul.

 Esse processo, que data de 2016, incluía também acusações a Zuma. O presidente sul-africano estaria envolvido em ilegalidades na concessão de contratos públicos milionários.

Esta não é a única acusação que Zuma enfretou no passado. O presidente sul-africano chegou a ser acusado de usar fundos públicos para uso privado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Empresários próximos de Zuma apanhados nas malhas da justiça

Zuma responde esta quarta-feira a ordem de demissão

ANC faz ultimato a Jacob Zuma para que deixe o poder