Última hora

Detenções no âmbito do assassinato de jornalista

Detenções no âmbito do assassinato de jornalista
Direitos de autor
REUTERS/Radovan Stoklasa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia eslovaca diz ter detido para interrogatório, esta quinta-feira, vários empresários italianos citados na investigação sobre corrupção de alto nível que estava a ser feita pelo jornalista Jan Kuciak. O repórter, que foi assassinado, ele e a namorada, investigava ligações à máfia italiana.

Entretanto, o ministro da cultura, Marek Madaric, pediu a demissão por, segundo ele, não ser capaz de lidar com o fato de um jornalista ser morto durante o seu mandato.

O assassinato causou uma onda de choque na Eslováquia. Um milhar de pessoas manifestou-se, quarta-feira, frente à sede do governo, em Bratislava. Outras marchas de protesto contra a corrupção foram anunciadas para os próximos dias.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.