EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Uma mulher nos comandos de esquadra naval nipónica

Uma mulher nos comandos de esquadra naval nipónica
Direitos de autor REUTERS/Nobuhiro Kubo
Direitos de autor REUTERS/Nobuhiro Kubo
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ryoko Azuma terá, nomeadamente, sob as suas ordens o maior navio de guerra do país

PUBLICIDADE

A marinha japonesa nomeou pela primeira vez uma mulher para os comandos de uma esquadra naval. Ryoko Azuma, de 44 anos, vai ter sob as suas ordens 1000 tripulantes, divididos entre quatro navios, entre os quais o porta-helicópteros "Izumo", a maior embarcação militar construída pelo Japão desde a Segunda Guerra Mundial.

Azuma: "Eu, pessoalmente, não me preocupo grande coisa com o meu género. Quero concentrar-me no desempenho das minhas responsabilidades como comandante desta esquadra."

As forças armadas nipónicas contam atualmente com 14.000 mulheres, que constituem apenas 6 por cento dos seus efetivos. A marinha japonesa só aboliu há dez anos a proibição das mulheres de servirem a bordo de navios de guerra.

Partilhe esta notíciaComentários