Partido de direita vence eleições para o Congresso na Colômbia

Partido de direita vence eleições para o Congresso na Colômbia
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estas foram as primeiras eleições em que participou o partido das ex-guerrilha das Farc. O partido teve um resultado muito fraco, apenas 0.34%. De qualquer forma, no acordo de paz assinado em 2016 ficou estabelecido que 5 lugares ficariam reservados para candidatos das FARC.

PUBLICIDADE

O partido Centro Democrático, de direita e que sempre foi contra o acordo de paz com as FARC, tornou-se na primeira força política do Congresso do país. Nas eleições que decorreram este domingo registou-se uma enorme fragmentação do eleitorado: com quase 100% dos votos contados, Centro Democrático liderado por Ivan Duque obteve 16,56%, o que lhe garante 19 lugares. O Mudança Radical conquistou com 13,84%, o Partido Conservador, com 12,45% e o Partido Liberal 12,41%.

O Partido Social de Unidade Nacional, do atual presidente do país, Juan Manuel Santos, ficou com 11,95% dos votos, conquistando 14 cadeiras no Senado.

Destaque ainda que para o facto de estas terem sido as primeiras eleições em que participou o partido das ex-guerrilha das Farc. O partido teve um resultado muito fraco, apenas 0.34%. De qualquer forma, no acordo de paz assinado em 2016 ficou estabelecido que 5 lugares ficariam reservados para candidatos das FARC.

O dia foi também de eleições para a Câmara dos Representantes. Neste caso, o partido mais votado foi o Partido Liberal com 16,56% dos votos (35 cadeiras). O Centro Democrático ficou com 16,16% (32 representantes). O De la U foi o quarto colocado, com 12,17%, e 25 deputados eleitos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente colombiano pede perdão às famílias das pessoas desaparecidas e mortas

Chega conquista eleitorado jovem: os porquês

À quarta foi de vez: Aguiar Branco eleito presidente da Assembleia da República