A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Reações à morte de Stephen Hawking enchem redes sociais

Reações à morte de Stephen Hawking enchem redes sociais
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Da academia às ciências, da política ao mundo do espetáculo ninguém fica indiferente à morte do físico britânico Stephen Hawking.

Faleceu em casa, em Cambridge, e foi homenageado nas redes sociais pela Universidade da cidade mas também pela NASA e pela Greenpeace, que destacou o contributo para o "conhecimento humano."

Astronautas, astrofísicos e até o Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, lembraram o vazio deixado com a more do físico.

Atrizes, cantores e apresentadores referiram o trabalho inspirador.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, elogiou a tenacidade que serviu de exemplo em todo o mundo.