EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ultimato expira sem resposta de Moscovo

Ultimato expira sem resposta de Moscovo
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Theresa May tinha dado até à meia-noite para que a Rússia oferecesse explicações acerca do envenenamento do ex-expião Sergei Skripal

PUBLICIDADE

A primeira-ministra britânica reúne esta quarta-feira o Conselho de Segurança do Reino Unido, antes da avançar com eventuais sanções contra Moscovo pela falta de explicações acerca do envenenamento do ex-expião russo Sergei Skripal.

Theresa May tinha dado até à meia-noite de terça-feira para que a Rússia respondesse perante a Organização para a Proibição de Armas Químicas.

Mas a embaixada russa em Londres tinha prontamente reagido no Twitter, afirmando que o país "não responderia ao ultimato" enquanto "não recebesse amostras da substância química" incriminatória, sublinhando que "medidas punitivas" contra Moscovo "obteriam uma resposta" por parte do lado russo.

Depois de uma conversa telefónica com May, o presidente norte-americano Donald Trump frisou que a Rússia devia oferecer esclarecimentos "sem ambiguidade" acerca do envenenamento, que Londres atribui de forma inequívoca a Moscovo.

Para além dos Estados Unidos, o Reino Unido já recebeu manifestações de apoio no caso por parte da França, Alemanha, União Europeia e Canadá.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres

Sunak anuncia: voos de deportação do Reino Unido para o Ruanda devem começar dentro de poucos meses