Erdogan diz que ignora resolução do Parlamento Europeu

Erdogan diz que ignora resolução do Parlamento Europeu
Direitos de autor Murat Cetinmuhurdar/Presidential Palace/Handout
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente turco referia-se à resolução não vinculativa do Parlamento Europeu aprova esta quinta-feira que insta a Turquia a cessar as operações militares em Afrin na Síria.

PUBLICIDADE

O presidente da Turquia, Recep Tayyjip Erdogan, rejeita a resolução aprovada esta quinta-feira no Parlamento Europeu contra a operação militar turca ramo de oliveira na Síria. Diz que lhe "entra um ouvido e sai pelo outro".

Erdogan reiterou que o Parlamento Europeu está claramente a apoiar militantes e que não vai abandonar Afrin até o trabalho estar concluído.

"Hei, Parlamento Europeu! Que fardo carregam para estarem a dizer isto? Não há nada que o Parlamento Europeu possa dizer à Turquia. O que entra por um ouvido sai pelo outro", disse.

A moção não vinculativa insta a Turquia a retirar as tropas de Afrin onde Ancara tem como alvo os curdos sírios do YPG numa ofensiva lançada há dois meses.

Os turcos consideram o YPG uma extensão do PKK, organização classificada como terrorista pela União Europeia e os Estados Unidos e que está em conflito com Ancara há 30 anos.

A ofensiva foi lançada a 20 de janeiro depois dos norte-americanos terem anunciado a intenção de armar as milícias curdas para combater o Estado Islâmico.

Por esta altura, os turcos fazem o cerco a Afrin, temendo-se uma tragédia humanitária.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estilista Barbaros Sansal exila-se em Bruxelas

Turcos preparam assalto final a Afrin

Turquia controla 60% da região Síria de Afrine