Fronteira Brasil-Venezuela vai ter estrutura permanente de apoio

Fronteira Brasil-Venezuela vai ter estrutura permanente de apoio
De  Ricardo Figueira com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A construção dos dispositivos para o controlo fronteiriço e acolhimento de migrantes venezuelanos vai custar 190 milhões de reais (47 milhões de euros).

PUBLICIDADE

A fronteira entre o Brasil e a Venezuela vai, dentro de algumas semanas, ter uma estrutura permanente para o controlo e acolhimento dos muitos migrantes que todos os dias passam de um país para o outro. A crise na Venezuela está a causar um êxodo nunca visto para os países vizinhos. Em Pacaraima, no Estado de Roraima, a população local convive diariamente com os milhares de venezuelanos que procuram aqui refúgio.

"Temos três grandes vertentes da operação. O reforço do controlo da fronteira, o acolhimento dos imigrantes que se declaram refugiados e a interiorização destes refugiados", explica o Coronel Carlos Eduardo Mercês, do exército brasileiro, representante do Ministério da Defesa no apoio às operações de fronteira.

Só em Boa Vista, a capital do Estado, vivem neste momento 40 mil venezuelanos. A operação de montagem da estrutura de acolhimento vai custar 190 milhões de reais, o equivalente a 40 milhões de euros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dezenas de milhares de brasileiros saíram à rua para mostrar apoio a Bolsonaro em São Paulo

Supremo Tribunal Federal derruba tese do marco temporal

Bolsonaro acusa Tribunal Superior Eleitoral de "punhalada nas costas"