Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Confronto em Gaza: Israel rejeita investigação pedida pela ONU

Confronto em Gaza: Israel rejeita investigação pedida pela ONU
Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas querem investigar as 17 mortes que resultaram do confronto de sexta-feira passada, na Faixa de Gaza, mas o ministro da defesa de Israel rejeita tal investigação.

O pedido urgente para averiguar o conflito entre palestinianos e soldados israelitas foi feito por António Guterres, depois duma reunião de urgência do Conselho, no sábado passado. Em resposta, o governo de israel não dá hipotese a qualquer investigação.

Os protestos foram organziados pelo Hamas, movimento que controla a Faixa de Gaza desde 2007. Era suposto terem sido protestos sem violência, o que acabou por nao acontecer. Morreram 17 palestinianos e 1400 pessoas ficaram feridas, no total.

O grupo exige o "direito de retorno" dos refugiados palestinianos e contesta o bloqueio do território.

Israel acusa o grupo de agir violentamente durante o confronto, já o presidente da Autoridade Palestiniana responsabiliza Israel pela violência do conflito.